Tiro Defensivo

back-popup

Tiro Defensivo

O Tiro Prático como esporte se originou no sul da Califórnia no anos 50. Inicialmente, as provas eram uma mistura de desafios que envolviam sacar a arma rapidamente, vencer ou contornar obstáculos de modo a poder visualizar os alvos.

Em 1976 foi fundada a IPSC (International Practical Shooting Confederation) por representantes de nove países onde o esporte começava a se popularizar.

O Coronel Americano Jeff Cooper (falecido em set/2006), que é considerado como o “pai” de nosso esporte, foi eleito como primeiro presidente da IPSC. Neste evento, conhecido como “Conferência de Columbia”, foi dado início a criação de um corpo administrativo e ao processo de padronização e divulgação das regras. Hoje, a IPSC reúne mais de 60 países e são promovidas competições com mais de 900 participantes.

Os esportistas não fazem parte da IPSC individualmente, somente as “Regiões”. O Brasil forma uma “Região” e possui um representante, o Diretor Regional. A CBPT (Confederação Brasileira de Tiro Prático) é a autoridade maior do esporte em nosso país. Os estados possuem Federações e finalmente temos os Clubes que congregam os esportistas e que promovem as competições.

Uma importante parte de nossa organização é o quadro de Arbitragem, formado por esportistas voluntários que fazem cursos para poder aplicar corretamente as regras e zelar pelo bom andamento e segurança das competições. A Arbitragem possui uma estrutura independente dentro da CBTP, a chamada NROI-Brasil que é dirigida por um membro indicado pelo presidente da CBTP.

O Tiro Prático tenta medir a habilidade do esportista em atirar com velocidade e precisão. Em resumo, uma competição de Tiro Prático possui os seguintes elementos:

Um conjunto de pistas de tiro, constituídas por um conjunto de alvos padrão colocados a diferentes distâncias e diversos posicionamentos.

Ao sinal de início, o competidor percorre a pista e engaja os diversos alvos à medida em que consegue visualizá-los, sempre acompanhado de perto por um árbitro que zela pela segurança e cumprimento das regras. Ao término, é marcado o tempo gasto e é efetuada a verificação e pontuação dos alvos. A pontuação da pista é obtida dividindo-se o total de pontos obtidos pelo tempo gasto. Ganha a prova quem obtiver o maior número de pontos.

O equilíbrio entre velocidade e precisão é o elemento que confere a dinâmica ao Tiro Prático. O esportista passa a ter como maior desafio superar suas próprias limitações em um constante e infindável processo de crescimento e aperfeiçoamento onde novas técnicas, equipamentos e força de vontade se fundem.

Fonte: http://ipsc.com.br/

Team of Professional
Combat Veterans

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur. Excepteur sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur. Excepteur sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur. Excepteur sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur. Excepteur sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipisicing elit, sed do eiusmod tempor incididunt ut labore et dolore magna aliqua. Ut enim ad minim veniam, quis nostrud exercitation ullamco laboris nisi ut aliquip ex ea commodo consequat.

Duis aute irure dolor in reprehenderit in voluptate velit esse cillum dolore eu fugiat nulla pariatur. Excepteur sint occaecat cupidatat non proident, sunt in culpa.

Venha fazer o Curso Básico de Tiro

Você terá a oportunidade de aprender a manusear e atirar com duas armas distintas: o revólver e ou a pistola, e ainda comparar as vantagens e desvantagens de cada armamento, de forma totalmente didática e segura.

Os associados confiam em nós

Nossa experiência nos ensinou que é fundamental "manter a simplicidade" durante o treinamento porque o "Melhor faz o básico, melhor". Todas as táticas, técnicas e procedimentos que ensinamos foram comprovados em combate, não por outros ... por nós! Nosso treinamento é oferecido em experiências de treinamento condensadas, escalonáveis e repetíveis, porque sabemos que a maioria das pessoas não tem tempo para participar de cursos de treinamento de vários dias.

Associados Aprovados 97%
Capacidade disponível 67%
Área Disponível para Expansão 40%

Our Tacticool Staff

Meet the people who are involved in making the shooting training safer and more effective. We work with certified trainers only and guarantee a comfortable practice environment.

RONALDO OLIVEIRA

INSTRUTOR CREDENCIADO

– 1° Secretário/Tesoureiro da AFAPCPG;
– IAT – Credenciado na POLÍCIA FEDERAL;
– ITD – Credenciado no EXÉRCITO BRASILEIRO;

VILMAR SCHERES

INSTRUTOR MASTER

– Presidente da AFAPCPG;
– Range Officer (RO) – FPrTP;
– Defensive Shooting Officer (DSO) – CBTD;

×